SINDIOPES

NOTÍCIAS

30
jun
2020

Medida Provisória 945 impacta empregos no setor portuário

Entidades do setor pedem que sejam feitas alterações na versão final do texto para garantir maior segurança ao setor e aos trabalhadores Desde o início do ano, o setor portuário viveu com apreensão a chegada e os reflexos da COVID-19 ao Brasil. Buscando acalmar a ansiedade generalizada e também para prevenir qualquer tipo de interrupção Leia Mais


30
jan
2020

44 mil carros importados: crescimento de 16,8%

A importação de carros pelo Porto de Vitória mantém ritmo de crescimento e fecha 2019 com aumento de 16,8% em relação ao ano anterior. Foram desembarcados nos terminais públicos e arrendados 44.035 veículos de diferentes marcas e modelos produzidos em várias partes do mundo.


30
jan
2020

Brasil desperdiça dois terços do seu potencial hidroviário

A mais recente pesquisa divulgada pela Confederação Nacional do Transporte- CNT, aponta que o Brasil desperdiça um enorme potencial hidroviário ao subutilizar os rios navegáveis das suas 12 regiões hidrográficas.
Atualmente, dos 63 mil quilômetros que poderiam ser utilizados, praticamente dois terços não são. O transporte hidroviário no país aproveita comercialmente (para cargas e passageiros) apenas 19,5 mil km (30,9%) da malha.


12
nov
2019

A importância do Operador Portuário de berço público

Ao participarmos de um encontro que reuniu as principais lideranças empresariais e especialistas do setor portuário brasileiro, inclusive com a participação de representantes do governo, demos conta que não apenas as principais autoridades brasileiras, como também a grande maioria do empresariado e estudiosos têm enfrentado a questão da desestatização dos portos brasileiros sem o correto diagnóstico do setor.


12
nov
2019

Dragagem ainda não trouxe os resultados esperados

As obras de dragagem no Porto de Vitória foram concluídas em outubro de 2017. A tão esperada dragagem previa que o canal passaria de uma profundidade de 11,7m para 14m e de 11,7m para 13m, na bacia de evolução – área central da baía, onde os navios giram para sair depois de carregados. Já o calado, medida da profundidade máxima a que poderia chegar ao fundo do navio, após carregado, que era de 10,6m passaria para 12,5m. Quase dois anos se passaram, e apesar das melhorias anunciadas, ainda se aguarda resolução de algumas condicionantes impostas pela Marinha e pela Praticagem à CODESA para que o Porto de Vitória usufrua dos benefícios da dragagem.


09
jul
2019

Como a privatização pode afetar o setor portuário do Espírito Santo

A retomada das privatizações foi bandeira nas últimas eleições e é acompanhada com atenção neste início de governo.
Mas a realidade das privatizações vem acompanhada de preocupação para entidades ligadas ao setor portuário. Porém, ela é vista como uma alternativa que merece ser avaliada, diante da necessidade da mudança no modelo de gestão dos portos brasileiros.


06
dez
2018

ARTIGO – Deficiência histórica exige respostas urgentes

O Espírito Santo, e o Brasil como um todo, possuem deficiências em infraestrutura que são velhas conhecidas de integrantes de todos os setores na nossa economia: dependência exagerada do modal rodoviário, qualidade ruim das estradas e deficiências de aeroportos regionais, entre tantos outros. Mas no caso do nosso Estado especificamente, entender o problema exige um Leia Mais


06
dez
2018

Docas recebem um terço dos investimentos em 14 anos

Nos últimos 14 anos, as Companhias Docas de todo o Brasil receberam apenas um terço dos investimentos previstos pelo governo federal, segundo estudo da Confederação Nacional da Indústria (CNI). Para o gerente executivo do Sindiopes, Marcos Lopes, as consequências disso são obras atrasadas, como a da dragagem da Baia de Vitória, que demorou quase 20 Leia Mais


06
dez
2018

Logística equivale a 12,7% do PIB brasileiro

O custo com logística representa 12,7% do Produto Interno Bruno (PIB) brasileiro, contra 7,8% nos EUA, segundo dados do Instituto Ilos. Como consequência disso, o Brasil perde em competitividade. O relatório de logística do Banco Mundial deixa o Brasil em 55º lugar entre 160 países avaliados. Para o gerente executivo do Sindiopes, Marcos Lopes, um Leia Mais


24
set
2018

Modelo holandês é possível, mas ainda distante do Brasil

O porto de Roterdã, na Holanda, é o maior da Europa e referência para o setor em todo o mundo. Um dos segredos do sucesso foi a mudança na forma de administração, que se assemelha muito a uma empresa privada, apesar de o porto se manter público. Basicamente não há políticos envolvidos no dia a Leia Mais


Página 1 de 512345